Agroindústria familiar: um mecanismo de estímulo à especialização das atividades na propriedade rural?

  • Valdemar João Wesz Junior Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Resumen

A agroindústria familiar vem sendo considerada por vários autores como uma importante alternativa de reprodução para a agricultura de base familiar. No entanto, esse processo de produção, que congrega atividades primárias (produção de matéria-prima) e secundárias (industrialização da produção), acaba por criar a preocupação de que a agroindústria, enquanto promotora de geração de renda não-agrícola para os agricultores, pode trazer uma redução ou, em casos mais extremos, a extinção da produção agropecuária nas propriedades em que se encontra a industrialização para venda (agroindústria familiar). A partir dai, o objetivo dessa pesquisa foi verificar se a agroindústria pode induzir a uma especialização nas propriedades de base familiar ou vem como uma forma de diversificação econômica e como uma atividade correlata com as demais ocupações que já vinham sendo desenvolvidas nas unidades anteriormente à criação desse empreendimento. O estudo empírico foi realizado com 45 agroindústrias familiares de derivados da cana-de-açúcar situadas no noroeste do Rio Grande do Sul (Brasil)

Descargas

Los datos de descarga aún no están disponibles.
Publicado
Jul 30, 2009
Cómo citar
WESZ JUNIOR, Valdemar João. Agroindústria familiar: um mecanismo de estímulo à especialização das atividades na propriedade rural?. Mundo Agrario, [S.l.], v. 9, n. 18, july 2009. ISSN 1515-5994. Disponible en: <http://www.mundoagrario.unlp.edu.ar/article/view/v09n18a02>. Fecha de acceso: 20 aug. 2017
Sección
Artículos

Palabras clave

agroindústria familiar; atividades agropecuárias e não-agrícolas no meio rural