O rural depois do êxodo: as implicações do despovoamento dos campos no distrito de Arroio do Só, município de Santa Maria/RS, Brasil

  • Fabricio Teló Universidade Federal de Santa Maria, (Brasil)
  • Cesar De David Universidade Federal de Santa Maria, (Brasil)

Resumen

Este trabalho tem por objetivo apreender as transformações socioespaciais decorrentes do processo de despovoamento dos campos e seus reflexos sobre a paisagem rural do distrito de Arroio do Só, em Santa Maria – RS. Para isso buscou-se identificar as mudanças no modo de vida da população rural, suas atividades e relações e compreender como se deu esse processo, suas causas e suas repercussões na qualidade de vida e na estrutura social da população que permaneceu no local. A discussão sobre a modernização da agricultura é fundamental para a compreensão desse processo. Esse distrito foi escolhido como local de pesquisa por ser uma localidade que, no passado tinha um grande dinamismo socioeconômico, e agora, em função das falências das várias empresas e da consequente emigração de grande parte da população, a dinâmica socioespacial sofreu alterações. Foram coletados dados de fonte secundária da FIBGE e FEE, a fim de periodizar as dinâmicas demográficas do distrito, do município e do Estado. A pesquisa qualitativa foi realizada através de entrevistas com os sujeitos do campo e seus representantes, com auxilio do Diário de Campo

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
Publicado
2012-12-12
Cómo citar
Teló, F., & De David, C. (2012). O rural depois do êxodo: as implicações do despovoamento dos campos no distrito de Arroio do Só, município de Santa Maria/RS, Brasil. Mundo Agrario, 13(25). Recuperado a partir de https://www.mundoagrario.unlp.edu.ar/article/view/MAv13n25a05
Sección
Artículos